D. ANTONIO BARROSO - Remelhe Online - Tudo sobre Remelhe na ponta do dedo! - UNREGISTERED VERSION

Procurar
Go to content

Main menu

D. ANTONIO BARROSO

REMELHE












 

D. António Barroso - Ilustre Bispo MIssionário

D. António José de Sousa Barroso nasceu na freguesia de Remelhe, do concelho de Barcelos, a 5 de Novembro de 1854, e faleceu no Porto, a 31 de Agosto de 1918. Seus pais representavam um casal de gente de lavoura sem grandes recursos para dar uma educação superior ao seu filho. De modo que, só aos 17 anos de idade foi matriculado no Seminário de Braga, e daqui transferido a 3 de Novembro de 1873 para o Real Colégio das Missões Ultramarinas de Cernache, onde se ordenou presbítero, em Setembro de 1879. Foi missionário cientista em Angola e em Moçambique. O seu relatório de 1894, sobre o «Padroado de Portugal em Àfrica» patenteia o valor da sua acção como bispo missionário.
Em 1899, será bispo do Porto. Em 1911, quando foi dada a conhecer a «Pastoral do Episcopado Português», em que se afirma desacordo com alguma Legislação do Governo, reaviva-se a luta anti-clerical. Os governadores civis proibem a leitura dessa pastoral e, por desobdiência a essa proibição, são presos dezenas de párocos. E o próprio bispo do Porto foi preso e levado, sob custódia, a Lisboa. Sempre afirmando a determinação apostólica, D. António Barroso conhecerá depois o exílio, de onde só voltará em 1914, para, afinal, voltar a ser exilado em 1917. Deixou alguns escritos, sobretudo relatórios missionários, e o livro «O Congo», tido como um trabalho da melhor literatura.

 
Back to content | Back to main menu